O futuro(???) do Forefront TMG 2010

 

Dias atrás recebemos a “bombástica” notícia de que, muito provavelmente
a Microsoft estaria se retirando do mercado de SWG (Secure Web Gateways).
A @debshinder foi a primeira a divulgar as informações em seu blog ,
após ler relatório do quadrante mágico do gartner contendo a informação e,
posteriormente, escreveu um artigo bem mais detalhado sobre o assunto.
Até o momento, não existe nenhum posicionamento oficial da Microsoft
sobre o assunto, no sentido de endossar ou questionar o que o gartner
disse e a Deb noticiou.

A comunidade entrou em polvorosa. Vários ITPro’s começaram a especular
situações, cenários, possibilidades, mas, sem informações oficiais,
tudo não passaria de especulação. Papos interessantes surgiram, inclusive
no twitter, entre eu e meus colegas Uilson, Jorge Barata e outros.

Depois de ler, reler, pensar, conversar e refletir, cheguei a algo que
posso chamar de conclusão.

A Microsoft vem fazendo um grande investimento para ter soluções na nuvem.
Sharepoint, Lync, Exchange, Forefront e tem mais vindo por aí. Num cenário
desses, é meio “contrasenso” trabalhar com um produto que tem, como uma
de suas principais finalidades, disponibilizar acesso seguro ao ambiente
de trabalho, através de conexões e publicações seguras.

Na própria linha de produtos, hoje, existe uma certa “concorrência”. O
UAG faz esse papel de disponibilizar acesso à  recursos de forma bem mais
efetiva e customizável. É o gateway de disponibilização de aplicações e
checagem de endpoint da Microsoft, hoje. Com direito a VPN SSL ,
níveis de segurança distintos no acesso à recursos publicados, dentre
outras funcionalidades.

Pois bem. Sendo ir de encontro a maré suportar o TMG, supondo o cenário
desenhado acima, o que seria mais prudente ou esperado, por parte da Microsoft?

Na minha opinião, um gateway unificado de acesso, tal qual o UAG, focado em
prover aceleração, otimização e melhor experiência no acesso às aplicações
na nuvem.

Nesse cenário, o que viria a ocorrer?? A “junção” dos produtos, com a retirada
de algumas funcionalidades (NIS, por exemplo), criando um produto mais simples
e focado no nicho específico, que seria a relação entre o ambiente corporativo
e a nuvem.

Existem vários recursos e tecnologias que poderiam fazer parte desse novo
produto, tais como QOS, priorização de acessos, cache e aceleração de aplicações,
dentre outras possibilidades. Existe um mundo de coisas que poderiam fazer parte
de uma nova solução e, basicamente, um outro mundo, que poderia ser excluido.

Enfim, o que pensei nada mais é do que , como outros, especulação. Não existe,
ainda, posicionamento oficial. Mas, se eu fosse apostar em alguma coisa relacionada
ao futuro do TMG agora, seria isso. A criação de um novo produto 100% preparado para
melhorar a percepção de uso e facilitar a adoção das aplicações de nuvem da Microsoft.

Continuo e continuarei a ser entusiasta do produto. Comecei a trabalhar com o proxy 2.0,
passando por ISA 2000, 2004, 2006 e culminando no TMG.
Me tornei MVP em 2006, exatamente em ISA Server,posteriormente migrando para Forefront,por procurar colaborar e ajudar a comunidade no melhor uso do produto, completando esse ano 5 ciclos consecutivos no programa. Em minha humilde opinião, o TMG é um dos melhores produtos feitos pela Microsoft nos últimos ano. Vê-lo morrer, sem sucessor, seria uma grande pena.

Acredito piamente que, mesmo com talvez a “anunciada” morte por vir, o TMG continua
sendo uma EXCELENTE opção para ambientes onde existe a necessidade de proteger os clientes contra ameaças web, de forma integrada, fácil, escalável e gerenciável.
Indico e indicarei à meus clientes que adquiram o produto, por pelo menos mais 2 anos,
supondo que o suporte público seja encerrado em 2015. Se pensarmos, o ciclo de vida
dos produtos nas empresas, hoje, dificilmente é superior à 3 anos.

O que resta agora? Aguardar o que a Microsoft nos reserva em relação ao assunto. Estou
certo de que teremos mudanças, mas nada impede de que sejam boas mudanças para a
usabilidade, segurança e disponibilidade dos ambientes.

Vida longa ao Forefront TMG!!!

[]’s

Alberto Oliveira, CISSP
Microsoft MVP, Forefront

Sobre Alberto Oliveira

Consultor de segurança da informação CISSP; Microsoft MVP - Forefront; MCSA/MCSE : Security, MCT, MCTS, MCITP; ComTIA Security Itil V2 Foundations
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

3 respostas para O futuro(???) do Forefront TMG 2010

  1. Jorge Barata disse:

    Excelente posicionamento, Alberto! Parabéns pelo post! #TMGForever

  2. Uilson Souza disse:

    Vida longa ao TMG!!!! Grande post Alberto!!
    Abraços! Uilson

  3. George Almeida disse:

    Parabens, muito bacana o post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s